Pequod Investimentos
Abra sua conta

Categorias: Pequod

O nome Pequod

No século 19, antes da descoberta das primeiras reservas de petróleo nos EUA, o mundo dependia do óleo de baleia para ter combustível para iluminação pública, para fabricação de cosméticos, entre outros bens de consumo.

Era nesse contexto, atrás de um dos ativos mais valiosos do mercado, que homens destemidos se inscreviam para passar anos no mar, caçando baleias pelos mares do mundo.

As embarcações deviam estar preparadas para enfrentar grandes tempestades, gelo e ondas gigantes comuns em algumas regiões onde há maior incidência dos grandes mamíferos marinhos.

Os marinheiros que embarcavam nessas embarcações tinham certeza de que teriam muito trabalho e desafios pela frente, grandes esperanças de êxito na caça e ciência de que não poderiam voltar da viagem.

Capa do livro Moby Dick, ou A baleia, em que foi inspirado o nome Pequod.

Era meados do século 19 quando Herman Melville surpreendeu o mundo com um romance sobre a grande aventura marítima, definitiva, cuja história veio a se tornar parte da cultura ocidental e se fixar como uma das narrativas incontornáveis da literatura.

Moby Dick fala sobre a história do Pequod, um barco baleeiro que parte do porto de Nantucket em um dia de Natal, sem previsão de parar em nenhum porto ao longo de 3 anos rumo aos mares do norte. A tripulação é heterogênea, com índios, brancos e negros, cantando e trabalhando juntos para cumprir as tarefas.

No Pequod do livro, todos os integrantes da tripulação são sócios da empreitada e dividem os lucros advindos da caça. Uma partnership verdadeira, onde todos são sócios e o sucesso depende do trabalho de todos coletivamente.

A influência da obra no mundo

Com o romance, Herman Melville dá continuidade a uma tradição literária que começa com Homero, autor da primeira aventura marítima conhecida: a Odisseia. Não à toa, o autor americano foi chamado por Albert Camus de “Homero do ocidente”. O livro consegue dar um tratamento épico a uma empreitada comercial que é a caça de baleias.

Na história, o misterioso capitão Ahab, a quem o primeiro encontro com a baleia branca mutilou a perna, torna a missão da caça a Moby Dick uma missão de vida. Por vezes, erroneamente, alguns leitores têm a impressão de uma história de vingança pessoal do capitão contra um animal que o mutilou fisicamente e espiritualmente.

Porém, como todo grande clássico, Moby Dick está envolto de várias interpretações possíveis. Para Ahab, ela é o próprio mal na terra, para Ishmael (narrador da história), é um animal mitológico, quase uma divindade. Mas afinal, o que é Moby Dick, além de uma grande baleia branca? O animal retratado, também chamado pelos marinheiros de “leviatã”, é um símbolo que até o próprio autor talvez não soubesse descrever com precisão.

Muitos grandes intelectuais já comentaram a obra, entre eles Jorge Luis Borges, D.H. Lawrence e Albert Camus. Para cada um, Moby Dick significa algo diferente. O livro, que tem 135 capítulos, só traz Moby Dick de forma concreta nos 3 últimos capítulos, para o confronto final.

A inspiração do romance

Em 2019, fundamos a Pequod Investimentos, imbuídos de espírito empreendedor e direcionados para a prestação do serviço de assessoria com excelência. Juntamos uma equipe experiente e diversa, focada na qualidade da jornada dos clientes. Nosso porto de partida foi Recife, no entanto, já estamos em várias cidades do país, levando o serviço de assessoria para um número cada vez maior de investidores.

Para nós, afinal, o Pequod significa o veículo pelo qual se vai em busca dos grandes sonhos (representado no livro como sendo a própria Moby Dick). Um navio sólido e preparado para grandes desafios e mar revolto.

Empreender no Brasil segue sendo uma grande aventura. No entanto, nós, através de empenho, trabalho duro, coletivo, compromisso de longo prazo e dedicação, acreditamos estar preparados para enfrentar. Nossa “baleia branca” é fazer a melhor operação de assessoria de investimentos do Brasil, junto com os nossos clientes.

Por isso, ao nomear a nossa empresa, a batizamos com o nome do barco símbolo dessa empreitada. O livro (como clássico que é) continuará a fustigar milhares de interpretações dos leitores. Para nós, o romance inspirou o espírito coletivo e a coragem para fazer acontecer.

Pedro Pessoa
Pedro Pessoa

Sócio fundador da Pequod Investimentos, Pedro possui vasta experiência no mercado financeiro. Responsável pela captação e relacionamento com clientes em Private Banking, ele combina história, literatura e finanças em seus textos, oferecendo uma visão inspiradora do mundo financeiro.

Compartilhe este post:
Artigos Relacionados

O nome Pequod